Santa Preta da Favela - vida que podia ser samba enredo
MET0233 Rhyshy Soriani livro Santa Preta da Favela - vida que podia ser samba enredo

SANTA PRETA DA FAVELA é um despretensioso folhetim que reconstrói, a opressora dinâmica social urbana do Rio de Janeiro no final do século 19 e primeiras décadas do século 20, revelando a situação precária das mulheres recém-libertas da miserável condição de escravizadas, procurando sobreviver nas favelas do Rio de Janeiro. O foco da narrativa recai primeiramente sobre Aristolina, ex-escravizada, bela e jovem mulher, analfabeta, temporariamente meretriz e habitante do Morro da Favela, depois Morro da Providência. O cotidiano de sua penosa situação enquanto mulher negra, e a extrema pobreza que rege seus angustiantes dias, ao chegar faminta e andrajosa no centro do Rio, evidenciam a contínua humilhação social e moral que luta para suportar dia após dia, para manter segura e alimentada, a filha Santinha Natalina nascida dentro de um tosco barraco e portadora da síndrome de Down.

 

Natalina, é a nossa Santa Preta da Favela. Um ser humano cuja história ímpar e singular, conectada naturalmente ao plano espiritual, tem o dom de realizar “prodígios”, que ultrapassam a capacidade da mente humana entender e explicar. Apesar de ser considerada “pessoa deficiente”, gradativamente revelará possuir dons mediúnicos, que a transformarão na “santinha benzedeira” dos moradores da favela e de quem mais dela precise. A missão humana que diferencia Santinha dos demais mortais, será revelada no desdobramento do presente enredo.

Rhyshy Soriani

55.00

Santa Preta da Favela - vida que podia ser samba enredo

R$ 55,00

3x sem juros de R$ 18,33

Qtd:


ISBN: 9786586137477
Páginas: 272
Tamanho:16x23
Idioma: Português
Ano de Edição: 2022

Autor: Rhyshy Soriani


ISBN: 9786586137477
Páginas: 272
Tamanho:16x23
Idioma: Português
Ano de Edição: 2022

  - OU -  

Calcular Frete

SANTA PRETA DA FAVELA é um despretensioso folhetim que reconstrói, a opressora dinâmica social urbana do Rio de Janeiro no final do século 19 e primeiras décadas do século 20, revelando a situação precária das mulheres recém-libertas da miserável condição de escravizadas, procurando sobreviver nas favelas do Rio de Janeiro. O foco da narrativa recai primeiramente sobre Aristolina, ex-escravizada, bela e jovem mulher, analfabeta, temporariamente meretriz e habitante do Morro da Favela, depois Morro da Providência. O cotidiano de sua penosa situação enquanto mulher negra, e a extrema pobreza que rege seus angustiantes dias, ao chegar faminta e andrajosa no centro do Rio, evidenciam a contínua humilhação social e moral que luta para suportar dia após dia, para manter segura e alimentada, a filha Santinha Natalina nascida dentro de um tosco barraco e portadora da síndrome de Down.

 

Natalina, é a nossa Santa Preta da Favela. Um ser humano cuja história ímpar e singular, conectada naturalmente ao plano espiritual, tem o dom de realizar “prodígios”, que ultrapassam a capacidade da mente humana entender e explicar. Apesar de ser considerada “pessoa deficiente”, gradativamente revelará possuir dons mediúnicos, que a transformarão na “santinha benzedeira” dos moradores da favela e de quem mais dela precise. A missão humana que diferencia Santinha dos demais mortais, será revelada no desdobramento do presente enredo.

Rhyshy Soriani

Avaliar produto
Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Santa Preta da Favela - vida que podia ser samba enredo

R$ 55,00

3x sem juros de R$ 18,33